A Tailândia das mil cores

Uma viagem ao que a Àsia tem de melhor. Venha descobrir porque apelidei este paraíso de "A Tailândia das mil cores!" ...

Irlanda em 7 dias

Embarque numa viagem de 7 dias à terra encantada dos duendes...

A aldeia Maia

Leia o relato de uma visita a uma aldeia Maia no México.

Roteiro: Escócia Essencial (7dias)

Um roteiro de 4 dias na Escócia passando por: Edimburgo, Stirling, Fort William, Skye, Loch Ness, Inverness e muito mais...

Os encantos da Tailândia

Conheça o que de melhor o país tem para oferecer, desde os magníficos templos, praias, festivais,costumes e tradições!!

A Tunísia de Contrastes

Desde um oásis na montanha, uma aldeia no meio do deserto ou um anfiteatro romano, a Tunísia é um país de contrastes que esconde muitas surpresas. Veja por si mesmo !

Bem vindo ao blogue "A Vida em Pixéis"!

O blog nasceu da vontade de divulgar o meu trabalho fotográfico e partilhar as minhas aventuras, viagens e momentos especiais. Aqui dou todas as informações sobre as viagens que realizei, desde hotéis, companhias aéreas, excursões e várias dicas que o ajudarão a poupar dinheiro, trabalho e muitas chatices!! Não perca ainda os relatos extraídos do meu diário de viagem onde conto todas as peripécias por que passei, algumas boas outras nem tanto!

Maio 24, 2014

"A Vida em Pixéis Europa Fora", parte 8 ( Veneza )


 
 
 8ª e última parte de "A Vida em Pixéis: Pela Europa Fora".
A experiência de uma viagem pela europa de comboio contada em fotos. Foram 7 países em 13 dias!!!

Maio 16, 2014

"A Vida em Pixéis Europa Fora", parte 7 ( Viena )


 

 
7ª parte de "A Vida em Pixéis: Pela Europa Fora".
A experiência de uma viagem pela europa de comboio contada em fotos. Foram 7 países em 13 dias!!!

Maio 09, 2014

"A Vida em Pixéis Europa Fora", parte 6 ( Bratislava )





6ª parte de "A Vida em Pixéis: Pela Europa Fora".
A experiência de uma viagem pela europa de comboio contada em fotos. Foram 7 países em 13 dias!!!

Abril 18, 2014

"A Vida em Pixéis Europa Fora", parte 5 ( Budapeste )



5ª parte de "A Vida em Pixéis: Pela Europa Fora".
A experiência de uma viagem pela europa de comboio contada em fotos. Foram 7 países em 13 dias!!!

Março 21, 2014

Vision of the Seas: Lisboa - Brasil (15 dias)

VÁRIAS VIAGENS DEPOIS, ESTAVA NA ALTURA DE EXPERIMENTAR ALGO NOVO... UM CRUZEIRO! E LOGO UM TRANSATLÂNTICO!!! O "ROYAL CARIBBEAN: VISION OF THE SEAS" É UM NAVIO DE GAMA MÉDIA COM LUGAR PARA 2514 PASSAGEIROS DE 1998. O PERCURSO DEMORARIA 15 DIAS ENTRE LISBOA E SÃO PAULO, FAZENDO ESCALA NAS ILHAS CANÁRIAS, EM RECIFE, SALVADOR DA BAÍA E RIO DE JANEIRO.

1 dia, Início do cruzeiro


Depois de uma longa viagem entre o Algarve e o cais de Alcântara onde me esperava o Royal Caribbean Vision of the Seas, seguiu-se uma longa e inacreditável espera para passar o check-in.
O navio é bastante grande e era tudo o que estava à espera. Apesar de tudo não é dos maiores da RC, imagino como devem ser os outros navios como o Allure ou o Oásis of the Seas.
É um navio fabuloso que privilegia a vista para o mar como amplas janelas em toda a sua amplitude. Aqui dentro tem tudo o que precisa desde o shopping, teatro, cinema, spas, casino, discoteca, inúmeras opções de restaurantes e bares, piscina, jacuzzi, ginásio, jogos, animação, etc... E acima de tudo muita comida!! Praticamente desde que entramos só fizemos foi "encher o bandulho" que nem dois sem-abrigo famintos. Claro que ao fim de alguns dias começamos a ficar fartos de comida, é por isso que sertvem os restaurantes temáticos. Mais tarde espero realizar um relatório completo acerca deste navio. Fique à espera!

Março 17, 2014

"A Vida em Pixéis Europa Fora", parte 4 ( Auschwitz)


(...)Entre 1942 e 1944, foram assassinados cerca de 1,3 milhão de prisioneiros, sendo 90% deles judeus, 150 mil polacos, 23 mil ciganos romenos, 15 mil prisioneiros de guerra soviéticos, cerca de 400 Testemunhas de Jeová e dezenas de milhares de pessoas de diversas nacionalidades. Quem não era executado nas câmaras de gás morria de fome, doenças infecciosas, trabalhos forçados, execuções individuais ou experiências médicas. (...)
ver aqui artigo completo



Março 07, 2014

Top de Momentos


As Pirâmides do Egipto            
       
O meu momento de topo numero um é de certeza a visita às grandes pirâmides do Egipto ou até mesmo toda a viagem ao Egipto. Era um sonho de criança poder conhecer de perto a magnitude destes monumentos, e muito cedo o consegui concretizar, o que me deixou bastante satisfeito. Viajei para o Cairo onde depois apanhei um avião para o sul, Assuão. Tive a oportunidade de conhecer muitos templos, fiz um cruzeiro deslumbrante pelo Nilo, conheci uma aldeia Núbia, visitei o incrível Vale dos Reis em Luxor e depois voltei para o Cairo onde visitei então as Pirâmides de Giza. 

Ver artigo: Diário de Viagem: Egipto Mágico


A calçada do Gigante

Em Bushmills, condado de Antrim na Irlanda do Norte, existe algo fenomenal e fora do normal que qualquer um terá dificuldade em acreditar que tal cenário foi criado de forma natural e sem a intervenção do Homem!  Pois é, a Calçada dos Gigantes (em inglês Giant's Causeway) é a designação dada a um conjunto de cerca de 40 000 colunas prismáticas de basalto, encaixadas como se formassem uma enorme calçada de pedras gigantescas, formadas pela disjunção prismática de uma grande massa de lava basáltica resultante de uma erupção vulcânica ocorrida há cerca de 60 milhões de anos. 

Ver artigo: A Calçada do Gigante


O Coliseu de Roma


Tal como as pirâmides de Giza, também o Coliseu de Roma me despertou a curiosidade desde pequeno. Achei-o grandioso e muito bonito mas poderia estar melhor cuidado pois está muito enegrecido pela poluição que o rodeia, mas não deixa de ser um colossal monumentoO interior do Coliseu é algo indescritível e transporta-nos para uma época onde homens combatiam leões. Quase que consigo imaginar a loucura das pessoas nas bancadas neste que é o rei de todos os estádios.
A construção do Coliseu de Roma foi iniciada entre 70 e 90 d.C.. No início o edifício teria capacidade para cerca de 50 000 espectadores mas depois de ser ampliado com um quarto andar, começou a acolher cerca de 90 000 espectadores!

Ver artigo: Diário de Viagem: Roma


Chichén Itzá


Em 2010 resolvi fazer as minhas férias no México, um país que para muitos é apenas praia, palmeiras, deserto e homenzinhos de chapéus enormes!! De fato esse México eu deixei para uma outra ocasião, pois desta vez eu queria mesmo era entrar no magnífico mundo maia.  A praia e a diversão vieram por acréscimo. Chichén Itzá era um dos meus sonhos de criança e não ficou abaixo das minhas expectativas. Esta magnífica cidade que foi outrora o centro político e económico da civilização maia,  foi fundada por volta dos anos 435 e 455 a.C. e foi declarada Património Mundial da Unesco em 1988. 


Stone Henge


No seguimento de uma viagem a terras de sua majestade,  passamos por Salisbury para visitar o Stonehenge, que era um sonho meu de criança (mais um!). Para muitos não será mais do que um simples circulo de pedras, mas para mim tem qualquer coisa que não consigo descrever e depois de vê-lo, ainda mais. Até hoje ainda é desconhecida a origem da sua construção, bem como da sua função, mas acredita-se que era usado para estudos astronómicosmágicos ou religiosos em tempos pré-históricos (3100 a.C.). 


Na Tribo das Mulheres-Girafa


A tribo "Red Karen" ( tribo das mulheres - girafa) é uma minoria étnica de raizes tibetanas originária de Mianmar.
No final dos anos 80 e devido a um conflito militar em Mianmar, grande parte desta tribo emigrou para o norte da Tailândia onde se estabeleceu. Actualmente muitas dessas tribos abriram as suas portas ao turismo, actividade que passou a ser o seu principal sustento.
A estranha e bizarra tradição do uso de aneis no pescoço dos elementos femininos, tem suscitado muito interesse e variadas teorias por parte dos turistas.
As raparigas da tribo começam a usar os aneis logo aos 5 anos de idade, e à medida que os anos vão passando mais aneis vão sendo adicionados e ao contrário do que se pensa, o pescoço não é alongado! Este aspecto é conseguido devido à deformação da clavícula provocada pela pressão dos aneis.


O Cristo Redentor


No topo do morro do Corcovado, a 709 metros acima do nível do mar, localiza-se este enorme monumento de 38 metros que retrata Jesus Cristo. 
A sua construção foi sugerida pela primeira vez em 1859, pelo padre lazarista Pedro Maria Boss, à Princesa Isabel. A ideia foi retomada em 1921, quando se iniciavam os preparativos para as comemorações do centenário da Independência, e a sua construção arrancou finalmente em 1926.
Atualmente uma das 7 maravilhas do mundo moderno, este grandioso monumento não poderia deixar de fazer parte das minhas prioridades. Em 2010, na sequência de um cruzeiro entre Lisboa e o Brasil, acabei por realizar esse desejo.







em construção